UTILIZANDO BIM 5D PARA QUANTIFICAÇÃO NA CONSTRUÇÃO CIVIL

  • Wandeir Tavares Ferreira Júnior Senac

Resumo

A quantificação de insumos não acompanhou os avanços tecnológicos dos demais setores da construção civil, e esta área possui poucos avanços em inovações de estimativas de custo de obras. O BIM (Building Information Modelling), ou em português, Modelagem da Informação da Construção, é um processo capaz de gerenciar todas as informações empregadas nas diversas fases do ciclo de vida de um empreendimento, garantindo ganhos em todas as etapas, por meio da modelagem dessas informações. Os programas BIM podem armazenar em seu banco de dados informações inerentes a um projeto integrado, tais como características dos materiais, dimensões, especificações, entre outras que podem estar contidas no modelo virtual, por esta razão, é uma plataforma consistente capaz de melhorar o gerenciamento de custos, prazos em todas as etapas da construção. Este estudo tem como principal foco explorar as informações desta tecnologia, referente a quantificação e estimativa de custo para arquitetura e engenharia. Para que se consiga bons resultados através de processos automatizados, é necessário que o projetista apresente detalhamento e especificações suficientes no modelo utilizado para quantificação e orçamentação, por esta razão, é de suma importância as etapas de modelagem e escolha de família de objetos apropriadas durante todo o processo. Utilizado da maneira correta, o BIM representa para as construtoras e profissionais da construção civil: redução de custos, transparência no planejamento, exatidão nos custos e cronogramas, gerando desta forma maior eficiência e confiabilidade.

Publicado
2018-06-25
Como Citar
FERREIRA JÚNIOR, Wandeir Tavares. UTILIZANDO BIM 5D PARA QUANTIFICAÇÃO NA CONSTRUÇÃO CIVIL. GTS - Gestão, Tecnologia e Sustentabilidade, [S.l.], v. 1, n. 1, jun. 2018. ISSN 2595-5632. Disponível em: <http://faengrv.com.br/gts/index.php/revistagts/article/view/50>. Acesso em: 18 set. 2019.
Seção
Artigo GTS