ESTUDO COMPARATIVO DAS METODOLOGIAS GDE/UNB PROPOSTAS POR BOLDO (2002) E FONSECA (2007)

  • Ludmila Aparecida Couto dos Santos UniRv
  • Tiago Ferreira Campos Neto

Resumo

No envelhecimento de estruturas surgem os danos, logo se faz necessário o estudo das causas, quantificação desses danos e como repará-los, estabelecendo a alternativa mais adequada para as situações diversas. Com a necessidade de estabelecer uma avaliação dos danos e minimizar a subjetividade nos dados obtidos foi proposta a metodologia GDE/UnB. O objetivo deste trabalho é comparar as metodologias GDE/UnB proposta por Boldo (2002) e Fonseca (2007), apresentando resultados de forma a avaliar como cada um dos autores definiu o impacto das manifestações patológicas. Até o momento acredita-se que a metodologia de Fonseca (2007) será a mais efetiva por estabelecer algumas reformulações na metodologia proposta por Boldo (2002), como na determinação do grau de deterioração da família (Gdf), valores nos fatores de ponderação (Fp), e a inserção da tabela de tipologia de fissuras em elementos de concreto armado. Na fase preliminar de levantamentos in loco foram obtidos resultados de Gde das manifestações patológicas existentes para alguns elementos estruturais tais como: fissura de corrosão em pilar, umidade na laje e sinais de esmagamento no pilar.

Publicado
2018-06-25
Como Citar
SANTOS, Ludmila Aparecida Couto dos; CAMPOS NETO, Tiago Ferreira. ESTUDO COMPARATIVO DAS METODOLOGIAS GDE/UNB PROPOSTAS POR BOLDO (2002) E FONSECA (2007). GTS - Gestão, Tecnologia e Sustentabilidade, [S.l.], v. 1, n. 1, jun. 2018. ISSN 2595-5632. Disponível em: <http://faengrv.com.br/gts/index.php/revistagts/article/view/21>. Acesso em: 18 jun. 2019.
Seção
Artigo GTS